Terça, 24 de Novembro de 2020 07:13
(42) 99933-8602
Dólar comercial R$ 5,43 0.88%
Euro R$ 6,43 +0.77%
Peso Argentino R$ 0,07 +0.68%
Bitcoin R$ 109.547,26 +3.312%
Bovespa 107.378,92 pontos +1.26%
Agronegócios Renda

Como um casamento possibilitou que uma empreendedora cultivasse mais de 500 espécies de suculentas em PG?

Uma família dos Campos Gerais encontra na venda das plantas uma forma de complementar a renda da atividade agropecuária e diversificar a produção

18/11/2020 16h00 Atualizada há 6 dias
231
Por: Andressa Zaffalon Fonte: Campos Gerais Rural
Fotos: Arquivo pessoal/Divulgação
Fotos: Arquivo pessoal/Divulgação

Uma família de Ponta Grossa encontrou a complementação de renda através da venda de suculentas e cactos, na região do Guaragi. Com duas estufas caseiras pequenas e uma de tamanho padrão, os agricultores Andressa Seliger e Rafael Ribas, cultivam atualmente mais de 500 espécies das plantas e fazem sucesso com a comercialização para lembrancinhas de festas, nas redes sociais e também na própria chácara em que moram. É essa atividade que fez com que a rotina do casal se adaptasse ao contexto tradicional da lavoura e também da inovação.

Com o nome de ‘Jardim das Suculentas’, o empreendimento começou em 2018. Na época, Andressa, que também é zootecnista e técnica em agropecuária, colecionava cerca de seis espécies de suculentas por hobby. Foi então que uma amiga a pediu sugestões de lembrancinhas para casamento, e Andressa viu a possibilidade de ajudar a amiga com a produção de suculentas. A partir de então, a mulher descobriu um novo potencial em sua propriedade: o esterco decomposto derivado da produção leiteira dos sogros, que contribuiu para o crescimento das mudas e também para aumentar as esperanças de que o novo negócio daria certo.

“No começo eu não conhecia muito o mundo das suculentas, trabalhava somente com a agropecuária. Durante sete meses fiz 500 mudas. Eu tinha que manter o tamanho padrão da lembrancinha e também trocava com a vizinhança. Utilizei esterco de gado da minha própria propriedade e deu certo, elas cresceram e eu comecei a colecionar e aumentar o meu interesse pelo cultivo”, ressalta Andressa.

Na época, com as postagens de imagens das suculentas nas redes sociais, Andressa foi convidada a participar da Exposição Feira Agropecuária, Industrial e Comercial de Ponta Grossa (Efapi). Ela topou o desafio e percebeu que, além de ajudar a amiga, poderia contribuir com a família a partir comercialização das espécies.

“Com o dinheiro das vendas, comprei novas plantas para minha coleção. Depois do casamento, comecei a fazer novas lembrancinhas e a vender suculentas maiores. Fui pesquisando o valor, espécie, o jeito de cultivar e etc. Depois comecei a vender por meio da divulgação nas redes sociais e a entregar em um dia da semana nas residências. E foi assim que tudo começou. Tudo sem querer, porque eu fiz as lembrancinhas, sobraram, e só por isso que decidi pela venda”, conta a empreendedora.

Para dar sustentação ao ‘Jardim das Suculentas’, Andressa e Rafael investiram, no início, em duas estufas pequenas e caseiras para abrigar as plantas. Segundo Andressa, o custo de produção não foi tão alto, já que a aposta na utilização do esterco curtido e nas estufas caseiras não demandou muitos gastos. No entanto, uma geada ocorrida em 2019 provocu perdas na plantação e fez com que o casal mudasse os planos. Desde então, a dupla investiu em uma estufa de tamanho padrão para evitar transtornos e também conseguir um espaço maior. A estrutura possui cortinas, que levantam e abaixam por uma manivela, além de ser aberta dos lados com sombrite, para proteger da geada, mas, também permitir a entrada da luz solar.

 

O contexto atual

O casal continua recebendo demandas para confeccionar as lembrancinhas de festa. Para os casamentos, por exemplo, cerca de 400 mini mudas são produzidas. Mas, a pandemia do coronavírus acentuou uma outra forma de venda das suculentas: por meio de divulgações nas redes sociais e também pelo contato através do Whatsapp. “Colecionar suculentas é uma forma de terapia para muitas pessoas que gostam de plantas e percebemos que, nesse período, muitas pessoas se interessaram na compra para coleções”, destaca a proprietária do viveiro.

O ‘Jardim das Suculentas’ também está disponível para visitação, atualmente, mediante agendamento, com exceção dos domingos, que fica aberto para livre demanda das 9h às 17h. De acordo com Andressa, a possibilidade das visitas também fez com que as vendas aumentassem, já que a variedade de espécies encontrada no local é grande. A mulher também investiu na abertura de um canal no YouTube para dar dicas de cultivo das plantas e ainda repassar informações sobre as diversas espécies. “Não é só vender, a gente coleciona, colocamos informações de como cultivar para ajudar as pessoas a cultivarem também e não deixarem as plantas morrerem”, sustenta.

Em 2019, o ‘Jardim das Suculentas’ esteve presente na Feira Paraná e, com a ajuda de outros colecionadores e da Prefeitura de Ponta Grossa, Andressa idealizou a ‘Feira de Suculentas de Quintal’ na cidade. A intenção do casal para o futuro é investir em mais uma estufa caseira padrão para aumentar a produção das plantas.

“A nossa obtenção de renda está superando as expectativas, porque comecei como hobby. Essa é nossa segunda opção de renda, a primeira continua sendo a lavoura. Estamos em busca de novas opções também”, alega a agricultora.

 

Dicas e contato

Aos iniciantes no cultivo das suculentas e dos cactos, a orientação de Andressa é para que iniciar as compras pelas plantas mais baratas, pois essas também são de mais fácil cultivo. Depois, o próximo passo é investir nas mais melindrosas e raras. “As suculentas precisam de sol e pouca água, não é necessário regar todos os dias, pois elas apodrecem. O importante é que elas tomem o sol da manhã”, orienta Andressa.

O ‘Jardim das Suculentas’ está disponível no Instagram pelo @andressaseliger. No Youtube, o canal de informações sobre o cultivo é ‘Jardim das Suculentas’. O whatsapp para contato é 99818-6394. As mudas encontradas no viveiro variam entre R$ 4 e R$ 150, a depender da espécie e do tamanho.

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ponta Grossa - PR
Atualizado às 07h08 - Fonte: Climatempo
18°
Poucas nuvens

Mín. 14° Máx. 28°

18° Sensação
22.5 km/h Vento
71% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (25/11)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 16° Máx. 30°

Sol com algumas nuvens
Quinta (26/11)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 18° Máx. 32°

Sol com algumas nuvens
Ele1 - Criar site de notícias