Quinta, 21 de Outubro de 2021 16:02
(42) 99938-8770
Dólar comercial R$ 5,67 1.322%
Euro R$ 6,59 +1.115%
Peso Argentino R$ 0,06 +1.447%
Bitcoin R$ 377.178,4 -4.838%
Bovespa 106.455,84 pontos -3.91%
Agronegócios Saúde animal

Por que a mastite ocasiona perdas na produção e descarte de vacas leiteiras?

Doença é uma das mais comuns entre os gados e afeta cerca de três a cada dez vacas, podendo levá-las até a morte

21/10/2020 13h17
320
Por: Redação Fonte: Campos Gerais Rural
Por que a mastite ocasiona perdas na produção e descarte de vacas leiteiras?

O mês de outubro é reconhecido como o período de conscientização e prevenção conta o câncer de mama, doença que acomete mais de 1,3 bilhão de pessoas por ano no mundo. Como o tipo de câncer mais comum nas mulheres, as doenças mamárias também atingem animais, como é o caso da mastite bovina, doença que causa desconforto no animal e acarreta perdas na produtividade.

A mastite é uma das patologias que causa a redução da produção de leite de vacas, ocasiona a morte dos animais, e é a enfermidade mais comum em vacas leiteiras adultas, sendo responsável por 38% de toda morbidade, de acordo com um estudo publicado na Revista Científica Eletrônica de Medicina Veterinária, da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia de Garça. Anualmente, três a cada dez vacas leiteiras são acometidas por inflamação aparente da glândula mamária.

De acordo com o mestre em Ciências Veterinárias e especialista em Reprodução de Bovinos, Marcos Aleixo, a mastite é a principal causa de perdas na produção e de descarte de gados. “A doença causa lesão no úbere, que é a glândula mamária, e alterações nas mamas, por conta do processo inflamatório, que ocasiona febre, dor e produção de pus. Isso faz com que haja a diminuição da produção de leite e, em alguns casos, a perda da glândula ou de parte dela, impedindo que o bovino volte a produzir leite novamente e podendo levá-lo até a morte. Como não há produção, muitos acabam descartando esses animais”, ressalta Marcos, que também é professor do Centro de Ensino Superior dos Campos Gerais (Cescage) e médico veterinário da Prefeitura de Ponta Grossa.

 

Como acontece a mastite?

A infecção é causada pela entrada de microrganismos nas tetas, geralmente durante a ordenha. No caso do tipo contagioso, a transmissão acontece, principalmente, pela mão de ordenhadores e equipamentos contaminados após contato com outros animais infectados.

Há também a mastite ambiental, em que a principal fonte de bactérias é o próprio ambiente. Esses microrganismos são encontrados nos rebanhos, na água, fezes, materiais usados como cama e pele dos animais. “Normalmente, a contaminação é ambiental, por conta de equipamentos e instalações sujas, ou mal cuidados, e até mesmo pela falta de higiene do ordenhador”, sustenta o médico veterinário.

Segundo Marcos, a mastite é a doença mais comum relacionada à produção de leite e “atinge praticamente todas as propriedades”, já que os agentes causadores são diversos.

 

Prevenção e tratamento da mastite

Os cuidados para a prevenção e o tratamento em casos de incidência da doença são essenciais. No caso do tratamento, o meio mais eficaz é o uso de antibióticos.

Já em relação à prevenção, Marcos informa que a principal forma de combater a doença é a constante higienização, tanto do ambiente, quanto do próprio ordenhador. Por conta dos riscos, é fundamental a desinfecção das mamas após a ordenha, assim como a limpeza das mãos e equipamentos utilizados antes e após o procedimento. O monitoramento da saúde da glândula mamária também é importante para a detecção da doença, precocemente.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ponta Grossa - PR
Atualizado às 15h57 - Fonte: Climatempo
22°
Muitas nuvens

Mín. 12° Máx. 22°

22° Sensação
7.1 km/h Vento
41.8% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (22/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 12° Máx. 25°

Sol com algumas nuvens
Sábado (23/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 12° Máx. 27°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Mais lidas
Ele1 - Criar site de notícias