Quarta, 21 de Outubro de 2020 04:52
(42) 99933-8602
Dólar comercial R$ 5,61 0.12%
Euro R$ 6,63 +0.48%
Peso Argentino R$ 0,07 +0.06%
Bitcoin R$ 72.638,83 +2.341%
Bovespa 100.539,83 pontos +1.91%
Agronegócios Exportações

Exportações do Agronegócio em maio somam US$ 10,9 bilhões

Exportações do Agronegócio em maio somam US$ 10,9 bilhões

10/06/2020 21h48 Atualizada há 4 meses
14
Por: Vanessa
Exportações do Agronegócio em maio somam US$ 10,9 bilhões

O agronegócio brasileiro registrou valor recorde nas exportações de maio com US$ 10,9 bilhões (+17,9%) e correspondeu a 60,9% do total exportado pelo país. O desempenho reflete, principalmente, os embarques de soja em grão (US$ 5,2 bilhões), carne bovina (US$ 780 milhões), açúcar (US$ 767 milhões) e café verde (US$ 468 milhões). 

As importações de produtos do agronegócio diminuíram de US$ 1,18 bilhão (maio 2019) para US$ 835,78 milhões em maio deste ano, recuo de 29,3%. De acordo com o Boletim da Balança do Agronegócio, divulgado nesta quarta-feira (10) pela Secretaria de Comércio e Relações Internacionais (SCRI) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), o saldo da balança totalizou US$ 10 bilhões.

O mercado chinês adquiriu 44,9% do valor total exportado pelo Brasil em produtos do agronegócio, chegando a US$ 4,91 bilhões em aquisições (+50,4%). O país asiático foi o maior importador da soja em grão brasileira (71,5%), das carnes (bovina, suína e de aves), do açúcar e da celulose. 

Já as aquisições de carne brasileira foram de US$ 870,84 milhões, considerando o mercado de Hong Kong. Desta forma, 55% do valor total exportado pelo Brasil foi para a China neste mês de maio.

A China aparece novamente como maior importadora de açúcar, adquirindo 21,7% de todo o valor exportado pelo Brasil do produto ou US$ 166,42 milhões. De acordo com a análise da SCRI, a quebra da safra indiana de açúcar e o aumento das aquisições chinesas do produto explicam o incremento de nossas exportações, alcançando no total US$ 767 milhões.

A celulose também foi destaque para o mercado chinês que adquiriu US$ 242,03 milhões, ou 41,4% do total exportado pelo Brasil.

Com informações da assessoria.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias