Quarta, 21 de Outubro de 2020 05:07
(42) 99933-8602
Dólar comercial R$ 5,61 0.12%
Euro R$ 6,63 +0.48%
Peso Argentino R$ 0,07 +0.06%
Bitcoin R$ 72.416,92 +2.028%
Bovespa 100.539,83 pontos +1.91%
Agronegócios Paraná

Paraná representa 40% das exportações de frango do país

Paraná representa 40% das exportações de frango do país

05/06/2020 11h27 Atualizada há 5 meses
15
Por: Vanessa
Paraná representa 40% das exportações de frango do país

No primeiro quadrimestre de 2020, os embarques de carne de frango paranaense acumularam 539 mil toneladas, o que colocou o Estado como responsável por 40,29% do volume exportado pelo Brasil, de acordo com os dados divulgados pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex). Apesar dos impactos da pandemia do coronavírus, o agronegócio deve manter sua importância significativa para a balança comercial do Paraná.

Além do aumento das exportações em termos de volume, o Estado também passou a responder por 39,45% da receita cambial do produto. No mercado externo, a China é o maior comprador da carne de frango paranaense, demanda acentuada por aspectos econômicos e pelo comportamento do mercado interno chinês.

“As exportações aceleraram neste momento, primeiramente, pelo aumento da competitividade no mercado internacional, devido à cotação do dólar que deixou a nossa carne bem mais barata. Também vemos um aumento da demanda, sobretudo da China, onde o comportamento do consumidor mudou por conta do coronavírus. O governo chinês proibiu a venda e o consumo de animais exóticos no país, o que acarretou no aumento do consumo de outras carnes, principalmente bovinos, suínos e aves”, comenta o técnico do Departamento Técnico Econômico (DTE) do Sistema FAEP/SENAR-PR, Luiz Eliezer Ferreira.

Em paralelo, em fevereiro deste ano, o país asiático identificou um surto de gripe aviária (H5N1) em uma propriedade rural na província de Hunan. Para conter a doença, as autoridades locais abateram mais de 17 mil aves. A China ainda enfrenta os impactos da Peste Suína Africana (PSA), que levou ao abate de milhões de suínos do plantel chinês e alterou a dinâmica do mercado de proteína animal.

Com informações das assessorias.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias